domingo, 12 de dezembro de 2010

DEAMBULAÇÕES 180

.
AQUELA JANELA VIRADA P'RO MAR
.
MATOSINHOS
.
---
Cem anos que eu viva, não posso esquecer-me
Daquele navio que eu vi naufragar
Na boca da barra, tentando perder-me
E aquela janela virada p'ro mar
Sei lá quantas vezes desci esse Tejo
E fui p'lo mar fora c'oa alma a sangrar
Levando na ideia uns lábios que invejo
E aquela janela virada p'ro mar
---
Marinheiro do mar alto
Olha as ondas uma a uma
Preparando o seu assalto
P'ra fazer teu barco em espuma;
Repara na quilha bailando na crista
Das vagas gigantes que o querem tragar
Se não tens cautela não pões mais a vista
Naquela janela virada p'ro mar
---
Se mais 'inda houvesse mais portos correra
Lembrando-me em noites de meigo luar
Duns olhos gaiatos que estavam á espera
Naquela janela virada p'ro mar
---
Mas quis o destino que o meu Mastodonte
Já velho e cansado viesse encalhar
Na boca da barra e mesmo defronte
Daquela janela virada p'ro mar
---
Marinheiro do mar alto
Olha as ondas uma a uma
Preparando o seu assalto
Entre montes d'alva espuma;
Por mais que elas bailem numa louca orgia
Não trazem desejos de me torturar
Como aquela doida que eu deixei um dia
Naquela janela virada p'ro mar
.
Fado de: TRISTÃO DA SILVA
Música e Letra de: FREDERICO DE BRITO

7 comentários:

teca disse...

Um casario bonito, Gaspar, repleto de azul intenso...

Beijos.

Cristina Moreno disse...

Excelente imagem Gaspar.Parabéns pelo blog e pela visita ao blog Visões. Um espaço criado por mim há já algum tempo que recebe com muito gosto todos aqueles que se identificam com a arte que é a Fotografia. Cumprimentos.

maria teresa disse...

Ai Gaspar que belas recordações! A canção, a casa com as suas águas furtadas e azulejos, uma época em que se vivia a uma velocidade muito mais reduzida, que permitia apreciar-se o que nos rodeava...
Abracinho meu

Fernando Santos (Chana) disse...

Caro aqmigo, bela fotografia...belo texto...Espectacular....
Um abraço

Hana disse...

Bom dia, amigo meu, que poema mais lindo cheio e saudosismo, eu vejo até o barco e o mar em meus pensamentos, e a imagem de uma ternura fantástica.
com carinho
Hana

Daniel disse...

Gaspar meu amigo, vim te fazer um pedido.

Se você é como eu que sente falta da Tertúlia Virtual, por favor, deixa um comentário neste link lá no Varal de Idéias.

http://cimitan.blogspot.com/2010/12/comentarios-que-valem-um-post_14.html

Estamos tentando reviver aqueles bons momentos da Tertúlia.

Um abraco

Sergio Martins disse...

Adorei teu blog e estou te seguindo, caso queira seguir-me também, vá lá: http://asvozesdomar.blogspot.com/

Abç!

5ª TERTÚLIA A 02 DE JULHO

5ª TERTÚLIA A 02 DE JULHO
COM A ARTE NO OLHAR