quarta-feira, 22 de julho de 2009

OS DIAS DE CUIMBA

.
MEMÓRIA
.
ENTRELINHAS DE UMA MEMÓRIA
.
OS DIAS DE CUIMBA 9
.
Passados os primeiros momentos, abri a porta de casa na tentativa de ver o que realmente se passava e o que vi era digno de um filme de acção. As armas “cantavam” de todos os lados, as luzes estavam acesas e no ar pairava uma atmosfera de guerra. De repente surgem dois vultos correndo na minha direcção, empurram-me e entram de chofre, fechando a porta atrás de si. Só então vi tratar-se dos nossos sargentos, que, lívidos de medo e de arma na mão, vinham ocupar os seus abrigos.Acabei por fazer o mesmo, peguei na MAUSER e corri para o abrigo que me estava destinado. Era atrás de uma coluna da varanda mas estava já ocupado pelo sargento Ramos (o abrigo dele era precisamente ao lado).
.
.
Cadaval, Simão e Gaspar
.
Aos empurrões, reivindiquei o meu lugar, mas ele resistia e clamava, chorando, “ai os meus filhinhos”.
Acabámos por compartilhar a protecção do mesmo abrigo, a eterna dúvida a bailar na minha mente: se “isto” for verdade, deverei ou não disparar?
Felizmente, não vi vulto nem “turra”. Ainda não foi dessa vez que a velha MAUSER entrou ao serviço.
A “coisa” durou cerca de uma hora e foi o suficiente para mais uma noite em claro.
Quando o dia amanheceu, entrou em acção o Pelotão de Reconhecimento. Embrenharam-se na mata, bateram as cercanias, mas nada foi encontrado. Dizia-se que os “turras” não deixavam ninguém para trás, mas se nem sequer manchas de sangue foram avistadas…(?!)
.

.
Logo eu que sou antitabagista...!?
.
Por outro lado, no acampamento não faltaram motivos de galhofa ao verificarmos que os abrigos, constituídos por sacos cheios de areia, estavam transformados em “passadores”, tantos eram os orifícios de bala.
A explicação é simples: transidos de medo, os soldados protegeram o mais que puderam a cabeça, disparando às cegas, sujeitos até a que algum projéctil fizesse ricochete e vitimasse o valentão.

.
Continua


2 comentários:

sercon disse...

belo blog... gostei... convido para o meu http://lenteoculta.blogspot.com

Gaspar de Jesus disse...

SERCON
Obrigado pela visita.
G.J.

5ª TERTÚLIA A 02 DE JULHO

5ª TERTÚLIA A 02 DE JULHO
COM A ARTE NO OLHAR