quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

FELIZ DE QUEM TEM UM MINISTRO DA SAÚDE ZAROLHO


O Ministério da Saúde garante que “só não há caos nos hospitais devido à gripe porque fizemos um planeamento cuidado”. Pois. Mas entretanto, só nas últimas três semanas, já morreram mais 1903 pessoas relativamente aos números “normais” para esta época do ano. Pois. Não há caos. Mas há quem espere 20 horas e mais nos serviços de urgência para ser atendido. E depois morrem. E depois o Governo fica muito admirado. E depois quem pode vai aos hospitais privados. Quem não pode morre. Pois. Eu, que não percebo nada destas coisas de saúde, interrogo-me quantas vidas teriam sido salvas se os hospitais públicos funcionassem eficazmente. Se houvesse camas suficientes com tecnologia adequada para os doentes com problemas respiratórios. Pois. Não há. Mas há dinheiro para pagar os milhares de milhões roubados pelos ladrões das PPP, dos swaps, do BPN, do BES. Pois. Os inocentes morrem. Os ladrões engordam. Isso é caos? Claro que não. É crime. Pois.
Texto partilhado daqui:   https://www.facebook.com/jorge.alves.161009?fref=ts




1 comentário:

João Mendes disse...

Se a Morte fosse interesseira,
ai de nós, o que seria...
O Rico comprava a Morte
e só o Pobre é que morria...

5ª TERTÚLIA A 02 DE JULHO

5ª TERTÚLIA A 02 DE JULHO
COM A ARTE NO OLHAR