quinta-feira, 31 de maio de 2012

Centenário do Turismo em Portugal (2)


Não é habitual em mim falar falar de prémios.
Não me considero narcisista e, por isso, os prémios que me vão sendo atribuídos ficam quase sempre apenas no conhecimento da minha família mais chegada, isso me basta. Mas, quem me conhece sabe, que para além de uma vida intensa como foto-jornalista nunca perdi uma incurável apetência pela competição.
Foi assim que, ao navegar pela blogosfera encontrei um Passatempo Fotográfico em forma de Concurso organizado pela Comissão Nacional do Turismo em Portugal (CNCTP) e patrocinado pela MSC Cruzeiros, sob o tema: "ÁGUA, TURISMO E CRUZEIROS ".
Dado que havia obtido muito recentemente duas imagens que se enquadravam no tema, logo tratei de as enviar para a dita organização, solicitando o especial favor de acusarem a recepção das imagens e que me dissessem se estavam de acordo com as regras do regulamento.
O tempo foi passando sem que me fosse dada resposta, levando-me a crer que, das duas uma, ou o anunciado Passatempo tinha abortado, ou as pessoas da Organização não conheciam as regras da boa educação.
Contactei a Secretaria de Turismo, mas informaram-me não ser nada com eles, que as Comemorações estavam entregues a uma Comissão nomeada para o efeito, etc, etc...
Fiquei na mesma.
Já me tinha desligado do caso quando recebi um e-mail de alguém que me pedia para estar presente em Lisboa, num dia e local de que já não me recordo, pois iriam ser anunciados (apenas anunciados), os três vencedores do dito Concurso. Informei que tal não me seria possível devido a compromissos anteriormente assumidos, além de que viajar 600 quilómetros para ouvir pronunciar o meu nome não fazia muito sentido. Fiquei a saber que a pessoa que me convocava, não pertencia à Organização, mas sim ao Patrocinador MSC Cruzeiros (!?). Mais tarde, a meu pedido, o mesmo senhor informou-me que a minha fotografia havia obtido o 2º Prémio, um cheque de €300 que apenas serviria para descontar num qualquer cruzeiro da dita empresa. A dita pessoa disse-me também que a entrega do prémio iria acontecer em Aljustrel, em data que o próprio me confidenciou, só viria a saber dois ou três dias antes do evento...(!?).


Por força desta minha fotografia e da pressão do Patrocinador para que estivesse presente na Sessão de atribuição de prémios, decidi-me a fazer as várias centenas de quilómetros que ligam Vila Nova de Gaia a Aljustrel, não ignorando que o tal prémio valia zero para mim, mas na esperança que a Organização de tão importante efeméride se dignasse a, pelo menos, imprimir e atribuir um qualquer Diploma aos premiados. Coisa pouca e barata para quem afirmou ter de gerir parcos recursos, apesar de andar mais de um ano por todo o país em festejos constantes. 
Mas enganei-me, o que me foi entregue dentro de uma pasta azul da MSC Cruzeiros foi isto:




Como se pode ver, o voucher não tem o nome do destinatário, não faz qualquer referência à Comissão organizadora, nem tão pouco refere a Secretaria do Turismo (!?). 
Acontece que já vivi o suficiente para encarar situações como esta com um sorriso de resignação, mas, ao mesmo tempo que observava o ridículo papel, os meus olhos procuravam um qualquer cesto de papeis onde o pudesse depositar. Resisti porém à tentação e aqui o mostro para que conste e para que sirva de aviso aos Fotógrafos, sejam eles Amadores ou Profissionais, para que digam não, a este tipo de embuste, a esta falta de respeito por quem pratica a maravilhosa Arte de Fotografar.
Agora vejamos algumas imagens da Cerimónia de Encerramento ou, Feira de Vaidades na qual também servi de figurante:



  
A sessão, que teve lugar no belíssimo Auditório da não menos bela Biblioteca Municipal de Aljustrel e abriu com o Hino Nacional tocado pelo Grupo de Metais da Filarmónica de Aljustrel, que a assistência ouviu respeitosamente.




Depois da entrega dos prémios aos Fotógrafos, algo terá corrido mal... as imagens vencedoras não foram projectadas apesar de anunciadas pela jovem apresentadora e os Prémios correspondentes aos vencedores do Concurso destinado à Escolas Secundárias e Profissionais do país terão levado sumiço...(?).
Foi notória a atrapalhação da apresentadora (jovem vestida de branco), o assobiar para o lado dos responsáveis e o mais que evidente desconforto da Secretária de Estado do Turismo, ao que parece, também ela, apanhada de surpresa.
Foi confrangedor, ver os "jovens premiados" subirem ao palco de mãos vazias e, incrédulos, saírem de lá com elas a abanar...
   


Programa de Encerramento prolongou-se pela tarde e noite, mas disso não vos posso dar nota, dado que tinha uma longa estrada a percorrer até Vila Nova de Gaia e também ninguém me havia  abordado no sentido de saber se eu tinha, ou não, alojamento.
Durante mais de três décadas dedicadas ao Foto-jornalismo vivênciei momentos bons, outros nem por isso, mas esta experiência ficará a marcar pela negativa o tempo de vida que ainda me resta.

Gaspar de Jesus



 

6 comentários:

António disse...

Boa tarde,
Começo por me penitenciar pedindo-lhe desculpa de só agora agradecer o amável comentário que fez aquando da sua vista a “minha casa”, mas perante um curriculum tão rico fiquei francamente atrapalhado e senti-me incapaz de elaborar considerandos de carácter técnico ou comentários sem cair nos lugares comuns da lisonja fácil ou em frases predefinidas!
No entanto visito-o com alguma frequência!
Sigo o seu trabalho com todo o interesse e admiração e tento assimilar saberes de quem tanto sabe já que sou um amador... ou como gosto de dizer, um “amador amante da imagem”.
Saudações
António

Maria Emilia Moreira disse...

As suas fotos, amigo, são sempre uma maravilha para os olhos!
Quanto a essa "organização, desorganizada "e que vai enganando muita gente...é de lamentar.
Haja saúde! Um abraço.
m: Emília

:.tossan® disse...

Você merece todos os prêmios e parabéns, mas existe um que só Deus pode dar, Ele lhe deu o talento. Parabéns Gaspar por este também. Abraço

Marina Linhares disse...

Gaspar, sou publicitária e radialista (aposentada). Trabalhei durante 18 anos em um jornal super conceituado aqui no Rio de Janeiro e posso afirmar que, o que aconteceu com você, acontece por aqui também, uma total falta de respeito com os profissionais.
Portanto, você não está só nesse barco, me junto a sua indignação e parabenizo seu belo trabalho que acompanho diariamente por aqui.

Bons Dias!

Silvia Mota Lopes disse...

Realmente Gaspar...Uma amiga minha concorreu a um concurso, mas tinha a Fnac como patrocinadora. Avisaram-na para ir ao meio dia e eu apareci lá para lhe dar apoio. Ainda bem que houve boa organização... mostraram as fotografias premiadas,ela ganhou 0 3º prémio. Recebeu um cheque, um livro e o certificado. No fim da cerimónia tiraram todos uma fotografia. Pelas fotografias da cerimónia que o Gaspar postou parece coisa séria ...mas percorrer uma longa estrada para encontrar tal cenário é lamentável.
Ainda bem que partilhou a experiência....
Bom fim de semana Gaspar

Gaspar de Jesus disse...

Tem razão Sílvia!
Nesses eventos da FNAC eu nunca participei, mas sei que corre sempre bem.
Já este Concurso de que vos falo é coisa menor... era apenas uma iniciativa da SECRETARIA DE ESTADO DO TURISMO, COM O ALTO PATROCÍNIO DE SUA EXCELÊNCIA O PRESIDENTE DA REPÚBLICA... coisa pouca como vê.

5ª TERTÚLIA A 02 DE JULHO

5ª TERTÚLIA A 02 DE JULHO
COM A ARTE NO OLHAR